Super Sentai: próximas equipes da Toei podem receber membros LGBTQIAPN+

Toei Animation / Divulgação

Desde pouco antes de Donbrothers ir ao ar em março deste ano na TV japonesa, executivos da Toei Company vem comentando publicamente sobre grandes mudanças pelos quais a franquia Super Sentai passará nos próximos anos, desmentindo inclusive rumores sobre o fim das aventuras anuais de diferentes quintetos de heróis de uniformes coloridos protegendo o mundo de ameaças, e agora uma mudança até então jamais vista pode aparecer em breve, ao menos de acordo com Ryuta Tazaki, que vem dirigindo a atual série em transmissão.

De acordo com uma entrevista dada à redação da Playboy japonesa, há a possibilidade que  membros LGBTQIAPN+ apareçam em meio aos próximos esquadrões de guerreiros nipônicos, uma vez que segundo o diretor há alguma influência cultural do Estados Unidos na sociedade japonesa uma vez que ocasionalmente chegam até o país produções com diferentes personagens do tipo voltadas aos mais variados públicos, citando entre elas inclusive a recente série da Batwoman, que conta com uma heroína lésbica. No entanto, o produtor destacou que a introdução de tais personagens dependeriam de mudanças avaliadas nos pensamentos e ideias da própria população sobre o assunto.

Vale destacar que entre algumas das mudanças mais visíveis que Donbrothers trouxe às séries de Super Sentai até o momento está a presença de um membro de gênero masculino a fazer uso da cor rosa em seu uniforme pela primeira vez em quase 50 anos de existência da franquia, e que a novidade que pode chegar às próximas séries já foi apresentada há algum tempo em sua contraparte estadunidense Power Rangers, através da ranger amarela Trini no longa metragem de 2017 e mais recentemente por meio de Izzy, ranger verde que compõe o time de heróis de Power Rangers Dino Fury.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.