Super Onze: Ares no Tenbin estreia dublado no on-demand da Pluto TV

Level-5 / Divulgação

A Pluto TV, serviço de streaming gratuito, tem feito um bom trabalho ao resgatar títulos esquecidos por outras plataformas. Além dos animes da marvel e outras séries mais populares (como Naruto), a Pluto TV adicionou ao seu catálogo on-demand o anime Super Onze: Ares no Tenbin.

Originalmente exibido em 2018, Ares no Tenbin se passa em uma linha do tempo alternativa da série original. Depois de testemunharem a demolição do único campo de futebol da ilha onde moram, um grupo de alunos lutam para se tornarem os campeões do Football Frontier e recuperar seu time.

Os 26 episódios de Super Onze: Ares no Tenbin estão disponíveis na Pluto TV com dublagem em português, sem áudio original ou legendas.

28 respostas para “Super Onze: Ares no Tenbin estreia dublado no on-demand da Pluto TV”

  1. Fresh Prince of Namek disse:

    achei que a gente tinha deixado os tempos de 4kids pra trás… pq diabos colocaram nomes brasileiros em td mundo???

    • 村崎葵~viola e blu disse:

      Dublaram da versão americanizada produzida pela própria Level-5.
      Provavelmente a Televix foi atrás dessa versão por ser mais barata, ou porque a Level-5 insistiu, o que eu acho mais provável.

    • Just a... disse:

      Ainda não assisti essa temporada, mas sei que os nomes foram trocados porque essa versão veio da adaptação americana, onde trocaram os nomes de praticamente todo mundo com nome Japones e inclusive alguns ‘golpes especiais’.
      A versão da primeira temporada era mais fiel na dublagem porque se não me engano ela não veio da adaptação americana(senão a gente teria conhecido o Endou como Mark evans desde o começo).

    • 333 X disse:

      confesso que animes infantis eu gosto na versão americana Existem algumas coisas que os americanos conseguem fazer melhor

    • Eryk Oliveira disse:

      Você quis dizer nomes “americanos”.

      Eles são JAPONESES e tem nomes AMERICANOS! (Kkkkkkkkkkkkk)

      Aparentemente foi por causa da localização dos jogos de Inazuma Eleven (Super Onze) que é o material fonte (mesmo esquema de Pokémon) quando trouxeram para os EUA. Até aí tudo bem.

      Mas aí eles queriam se aproximar desse lado do mundo e tiveram a BRILHANTE IDEIA de colocar nomes AMERICANOS em JAPONESES!

      Em Pokémon dá certo porque é todo um universo ficticio.

      Mas em Super Onze não porque os cenários e lugares são do Mundo Real mesmo!

      Tem Brasil, Japão, Estados Unidos

      E ainda metem essa…

    • Robs Bix disse:

      Eu nem liguei muito pra os nomes. Mas ptqp, porquê trocar as vozes dos dubladores clássicos? Se não me engano o estúdio de dublagem foi o mesmo estúdio que ficou responsável pelo filme. E lá eles manteram todo o elenco.

      • Yellow Hair disse:

        A Lex não tá numa boa direção nesses últimos anos

      • pg disse:

        a parte mais bizarra disso é que o pai do Yuri Chesman dirigiu essa dublagem e não chamou nem o próprio filho pra dublar o Endo de novo

        • 村崎葵~viola e blu disse:

          Tô começando a achar que o diretor aproveitou que a série se passa numa outra linha do tempo e que a Level-5 fez essa besteira de passar a versão americanizada para a Televix para daí ele tratar a série como se fosse um reboot.
          Até que faz sentido se notar esses fatos, mas ainda assim não dá pra negar que fizeram besteira.

        • Robs Bix disse:

          Ok,essa realmente foi muito bizarra. Será que tavam querendo fazer uma dublagem barata? Porquê o elenco de super Onze tem vocês “caras” isso não dá pra negar. Acho que quem bancou essa dublagem pagou por algo meia boca mesmo. Porquê as vozes dos novos personagens não são ruins,mas eles parecem que tão lendo um texto qualquer e não dublando. Não passam emoção alguma.

          • lau disse:

            De acordo com os próprios dubladores, não existe isso de “voz cara”, todos recebem o mesmo valor equivalente a quanto dublam. O que muda é que não é todo mundo que dubla em todo estúdio, seja por motivos pessoais, ambiente de trabalho, ou em alguns casos, problemas com o pagamento.

    • matheus bom de bolo disse:

      Pelo q eu ouvi
      Eles adaptaram com base na versão americana diferente do classico q foi baseado na japonesa onde so mudou o nome do endo

    • Kevin Bueno disse:

      Porque animes infantis ainda são editados por americanos antes de chegar aqui… Pokémon, Yokai Watch, Beyblade, Glitter Force/Precure. Isso nunca foi abandonado de verdade, Super Onze que deu sorte de inicialmente chegar com a versão japonesa.

  2. King Strife disse:

    Acho triste que eles estão pulando séries inteiras de anime e indo logo pro material recente, começou com Yugioh e agora Super Onze. Espero que não inventem de fazer o mesmo com Digimon.

  3. Yellow Hair disse:

    Tem coisa mais amaldiçoada que essa dublagem?

  4. 村崎葵~viola e blu disse:

    Me pergunto se a plataforma pretende exibir mais coisa nova da Televix depois desse título, pois uma plataforma rival chamada Runtime revelou algumas semanas atrás que planejava lançar alguns títulos da empresa na plataforma, incluindo dois inéditos aqui, que seriam GGO Football e Idaten Jump.

    O que fica difícil saber é se não confundiram esse anúncio com o anúncio do feed hispânico ou se vão acabar exibindo tudo legendado igual aconteceu com InuYasha Final Act no Prime Video…

  5. Wesleydd1 disse:

    Dublagem ruim vou ficar com clássico mesmo muito melhor

  6. Tafarel Pedro disse:

    Pra quem já se acostumou com as fandub até q da pra aturar mais essa anmtv kkk desde q foi lançado eles só passam a informação agr credo

  7. Léwow disse:

    Eu queria que dublassem os episódios da fase clássica onde parou na Redetv

    Já estão dublando o anime q veio depois e os episódios a partir do 78 foram esquecidos

    • 村崎葵~viola e blu disse:

      Dizem que o resto da série teria ido também pra Lexx, mas isso antes de saberem que era Ares que tava sendo dublado lá, então acho que confundiram, pois a Televix nunca mostrou ter licenciado o resto da série clássica no seu site…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.