Psicóloga afirma que games aumentam a agressividade humana

De todas as declarações demonizando os videogames publicadas anualmente, talvez esta seja a mais surrealista dos últimos meses, e relaciona os jogos com o aumento do índice de estupro. A psicóloga Carole Lieberman, que atualmente trabalha na televisão norteamericana, deu as seguintes declarações ao site Kotaku: “Quanto mais uma pessoa joga um videogame com carga sexual, maior a probabilidade de se insensibilizar com esses atos de violência sexual e cometê-los.”

Segundo Lieberman, os filmes e brinquedos violentos, assim como as letras de rap, são “armas modernas de destruição em massa”, e existem “milhares de estudos que relacionam a violência audiovisual, que inclui videogames, com o aumento da violência em geral”. Ela afirma também que sofreu com a ira massiva dos gamers nos últimos dias, o que reforça a sua hipótese.

O irônico é que há pessoas tentando dizer que os videogames não deixam as pessoas violentas, mas o que eu tenho lido é muito agressivo. Eles estão fora de controle…”.

“Quando um videogame combina elementos sexuais e violentos, especialmente neste ambiente onde você não é um espectador passivo, já que você está apertando botões, está sendo envolvido psicologicamente neste evento. Isto estimula o centro sexual da mente e o centro da violência, simulando este efeito”, acrescentou. Será que ela esta mesmo certa?

51 respostas para “Psicóloga afirma que games aumentam a agressividade humana”

  1. cadu_ disse:

    Pra mim parece mais uma mulher querendo chamar atenção.

  2. Flavia disse:

    Nem li a noticia. Não tenho mais paciencia pra essas pessoas que tentam achar uma desculpa pra imbecilidade humana u.u

    Leave the games alone!

  3. […] This post was mentioned on Twitter by Kisuke Urahara, André Silva, Giuliano Peccilli, Élisson Ferreira, Anime, Mangá e TV and others. Anime, Mangá e TV said: Psicóloga afirma que games aumentam a agressividade humana http://bit.ly/h3aSMb […]

  4. ... disse:

    Nossa cara, nada a ver.
    Não faz sentido nenhum o que ela disse O.O

  5. Alexsandro disse:

    Pera ae…quer dizer que se eu jogar muito video game vou estuprar as pessoas? O.o

    E ae pessoal. Meu nome é Maniaco do Parque ^^

  6. Caio Berkley disse:

    ela só fala isso por q deve ter feito o q disse agora qer tirar a culpa falando q todo mundo pode ser doente q nem ela ¬¬

  7. alex disse:

    olha esse negocio de agressividade uma parte ela esta certa exemplo gta , bully eu tenho ps 2 , pc , x box 360 eu jogo direto video game mas eu não fico agressivo através de jogos de video game só retardado mesmo pra ficar agressivo atraves de jogos virtuais

  8. Vitor Joker disse:

    respondendo desse jeito que alguns de vocês estão respondendo só estão comprovando a teoria dela , respondendo agressivamente … , mas eu acho que isso aí num tem nada ver , um monte de gente mata todo mundo por aí e nunca jogou GTA ….

  9. vigal disse:

    nada haver os argumentos dela por que isso vai de cada um
    agressividade e perversão é algo individual que parte da cada ser humano e não do coletivo.
    A humanidade de hoje quer culpar os nossos ent

  10. vigal disse:

    deu erro ignore o q escrevi em cima

    nada haver os argumentos dela por que isso vai de cada um
    agressividade e perversão é algo individual que parte da cada ser humano e não do coletivo.
    A humanidade de hoje quer culpar os nossos entretetimento a ausencia dos pais em casa.
    eles acham que só por que a criança está agressiva e antipatica a culpa é dos jogos,mas mal sabem eles que o que falta em casa é a presença dos pais.
    Os pais estão tão ausente quem nem sabe o que as crianças jogam!Eu vejo crianças jogarem jogos de adulto,tipo God of War e GTA ,coisa que não deveriam deixar na minha opiniao,pois video game e para todas as idades e não so para crianças como muitos pensam,ai a culpa,como sempre,vai para os jogos,animes e afins…

  11. alex disse:

    Olha, sabemos que video games é algo surreal, ou seja para uma pessoa se influenciar por algo assim, é uma pessoa com baixo nível de intelectualidade. uma coisa é certa não só video games mais filmes, series e ate mesmo novelas tudo em geral influencia esses idiotas a serem agressivos, não diferenciam algo real e surreal. agora me diz, enquanto as pessoas estão jogando não estão usando drogas nem matando ninguém, agora tirem todas essas formas de entretenimento que ela citou ai como influenciador da violência para você vê se as crianças de Hoje sem nada para fazer não vai entrar no mundo das drogas e outras coisas ruins, pois vai ser a única forma de entretenimento que eles vão ver…

  12. Bibi-sama disse:

    É exagero da parte dela.
    A maioria (do povo ke comete crime) nunca jogou esses jogos =o
    Os ke jogaram e cometeram crime já deviam ter problema na cabeça antes mesmo de ter começado a jogar.

  13. Jonas disse:

    eu acredito nela, isso é verdade, meus primos que jogam video game são muito violentos e gostam de brigar com todo mundo. o que eu acho é que falta um pouco de cultura e jesus para esses que se chamam de “gamers”

  14. Gabriel Arruda disse:

    Mulher doida eu jogo videogame desde pirralho e joguei um jogo mais violento que o outro como Doom e Quake e Duke nuke 3d e nunca virei um cara violento que mata por nada

  15. Alsan Matos disse:

    Existe um movimento muito forte atualmente nos Estados Unidos, e que está sendo amplamente usado pelos ultra-conservadores opositores do Barck Obama, que é a reinvenção da chamada “pseudo-ciência”.

    Pseudo-ciência é quando algum processo não-científico é apresentado cinicamente ao público com “cara” de ciência pra legitimar a ideia que se quer vender. Normalmente eles usam os princípios básicos do empirismo científico (pesquisem sobre “empirismo” na Wikipédia pra entender melhor), mas ocultamente manipulam os resultados pra que saia exatamente aquilo que se quer convencer. Depois, lançam em revistas ou sites “especializados” em ciência, mas na verdade são revistas ou sites vendidos que publicam qualquer porcaria contanto que paguem bem.

    Os nazistas usaram uma pseudo-ciência pra respaldar a ideologia da superioridade racial ariana. Chamava-se “eugenia” e tem origem no darwinismo. Assim como as chamadas “ciências ocultas” da atualidade, tais como a astrologia e a numerologia, já foram consideradas ciências legítimas no passado.

    E foi o que aconteceu nesse caso: essa cidadã NÃO É cientista, a teoria dela não encontra base NENHUMA em qualquer ciência respeitada nos meios acadêmicos e a notícia não tem outra conotação senão motivações POLÍTICAS.

    O argumento inócuo dela de que a reação violenta dos gamers prova sua teoria é na verdade a prova de que ela não é cientista coisa nenhuma, ela é só uma “troll” botando pilha em jovens ingênuos que caíram feito patinhos na arapuca dela.

    Se ao invés de ofensas gratuitas, os gamers tivessem trolado contra ela, dizendo por exemplo que ela é uma charlatã, quem tinha ficado agressiva era ela, porque no caso citado não é os games que deixam alguém violento, mas sim a contrariedade.

    Da mesma forma que um gamer fica contrariado quando ouve falar mal de games, extravasando essa contrariedade com a fúria, uma pseudo-cientista ficaria contrariada ao perceber que sua fofoquinha de colegial não deu em nada e ela foi desmascarada.

    Ela foi divulgar sua “teoria” na Kotaku, site bem conhecido por ter um público bem limitado intelectualmente. A escolha não foi de propósito, ela queria forjar “provas” às custas da inocência alheia.

    E pra finalizar, mais uma reflexão sobre a idoneidade dessa pobre criatura: vcs dariam atenção pra uma mulher BRANCA que critica a violência nas letras de um gênero musical NEGRO como é o rap, mas ignora a violência das letras de um gênero musical BRANCO como por exemplo o punk? Vcs dariam ouvidos pra uma “cientista” que move seus estudos por preceitos selecionados pela insígnia do preconceito?

    Pois é…

  16. Red9ro disse:

    Claro que sim. Fico doidão quando arrebento corpos no God of War.

  17. Guy disse:

    nada a ver eu sempre jogo GTA, Resident Evil e nunca me deu vontade de matar ningúem.

  18. victor disse:

    Olha eu só jogo vídeo game por jogar mais agora se tem um vídeo game mais violento que o outro não me importa só quero jogar para me divertir desistresar poxa daqui apouco vão querer tira ate vídeo game do povo brasileiro ai passa no jornal uma pessoa desas
    Vai alienando os pais e adeus god of war, gta, buly. Meus pais trabalham o dia inteiro tenho um play 2, e um xbox360 compro todo tipo de gta, jogo violentos nem se fala. Meus pais nem vem os jogos mais quando estão em casa vem e nem ligam, agora perguntem a eles quantas vezes eles foram La no colégio porque eu bati em alguém te respondo nenhuma. Minhas notas 10,9 mais do que vale tudo isso quando ele vem uma pessoa falar que os jogos estão estragando minha mente. Pra onde vai o comportamento, as notas tudo que eu faço em casa.
    Te digo tudo pro lixo.
    faço uma pergunto praque tanta pesquisa?

  19. rodrigo disse:

    Acho q depende do juízo da pessoa!
    Pessoas de mente fraca se deixam levar,e nós de cabeça centrada tbm pagamos o q essas criacinhas retardas fazem.

  20. Albino disse:

    “O irônico é que há pessoas tentando dizer que os videogames não deixam as pessoas violentas, mas o que eu tenho lido é muito agressivo. Eles estão fora de controle…”

    Isso pra mim foi o “Melhor”. É lógico que quando se publica algo polêmico desse gênero as críticas que virão serão duras e até agressivas. É assim com qualquer coisa. É com o Animax aqui por exemplo. Quantos comentários agressivos vocês já leram nos notícias do Animax?! Usar as respostas que ela lê pra justificar sua pesquisa é ridiculo.

    “E foi o que aconteceu nesse caso: essa cidadã NÃO É cientista, a teoria dela não encontra base NENHUMA em qualquer ciência respeitada nos meios acadêmicos e a notícia não tem outra conotação senão motivações POLÍTICAS.”

    Realmente não sei o que o governo ganharia com isso. A industria dos games rende mais que Holywood, só se estiverem com medo do lado oriental da moeda, sei lá, acho que to falando mer…
    Acho sim que ela quer ganhar certo prestigio rápido com um tema polêmico, aparecer na TV e tals, tipo um ex-BBB.

  21. Alisson disse:

    Claaaaaaaaaaaaroooooooooo

    Jogar video-game deixa uma pessoa violenta, assim como assistir TV, acessar a internet, escutar música.

    Tudo hoje pra esses desinformados serve como estimulo de violência.

    Loira burra do cacete.

  22. Mateus Pampolha do Carmo disse:

    Aposto que nenhuma das pessoas que criticaram a mulher, tenham estudado psicologia. Todos têm direito de apresentar as suas opiniões, mas fica claro que poucos aqui pararam para analisar a opinião de Carole Lieberman.
    Sou um gamer tanto quanto muitos de vocês. Então, acredito que, pessoas como ela, deviam estudar de maneira aprofundada antes de dizer algo em público. Por outro lado, ninguém melhor que nós, gamers, para pensar no que há de relevante na declaração da psicóloga. Não estou defendendo a mesma, e muito menos trago argumentos para apoiá-la. Porém, algo em comum de conhecimento geral, é tudo ao nosso redor nos influencia. TUDO, e não só o video game.
    Então minhas únicas posições sobre o assunto defendem que:
    1- Mente vazia, oficina do Diabo.. Se uma pessoa não teve uma boa criação em que aprendeu-se a ter bom discernimento de certo e errado, pode vir a ser influenciado, mesmo que erradamente, por qualquer meio de comunicação, inclusive um mero diálogo.
    2- Ao depararem-se com novas opiniões, as quais se diferem das suas, pare e pense a respeito. Considere a nova opinião. Reflita sobre o porquê que esta opinião estaria incoerente. E também o porquê que poderia ser coerente. Apenas após a reflexão no assunto, chegue à sua conclusão. E ao discordar, critique de maneira correta, justificando aonde está o erro, e não simplesmente desabafando uma rajada de xingamentos… afinal, quem de nós nunca tirou uma conclusão precipitadamente?

    Resumindo: Não tenha uma mente fraca (que aceita informações sem questionamento algum), mas também não tenham uma mente fechada (antes de discordar, mesmo que você já tenha uma opinião formada, pense no assunto).

    Até a próxima.
    Mateus

  23. Robotmonster disse:

    Existem estudos mais serios sobre influencia de games em crianças provando com mais argumentos que os usados pela Carole Lieberman.

    Video games produzem mais benefícios que malefícios, criar teoria idiota pra ganhar dinheiro com palestras? Ela não é a primeira nem será a ultima, existe todo tipo de retardado nos EUA fazendo palestras de suas teorias ridiculas e ganhando dinheiro com isso.

  24. PAPEL NERD disse:

    Esse povo tem mania de botar a culpa da violencia nos games! Sendo que a culpa é dos pais que não educam seus filhos, e dos propios filhos, porque se com 16 anos de idade um jovem já pode votar e eleger mais um bandido para governa nosso país, ele tambem tem conciencia dos seus atos e sabe muito bem o que faz!
    E outro detalhe, a TV tambem influencia essa geração jovem e cabeça oca, se Lady gaga dizer que ´´dar“ esta moda, o povo burro acredita, e o pior, é que vira mesmo moda. Tem a Glogo com BBB, seus novelas, tudo isso influencia tantos jovens quanto adultos, se parar-mos para pensar quem escolhe o presidente do brasil não somos nós, é globo ! Entenderam!

    • Anomimomat disse:

      Isto é chik!!

      Além do mais o que ela disse só é a justificativa atravez de uma disculpa sem argumento nenhum. A culpa é o própio desmiolado que se deixa ser influenciado é como aquele cabeça de titica que colocou bolas de Pokemon no braço!!. Puro ótario.

  25. Ademilson disse:

    essa mulher deve estar é louca.afinal quem esta mandando ele jogar game.aposto que é inveja essa pessoa s de idade não raciocinam e não passam de fase ai ficam criticando .quem joga inventandoh istória.

  26. GabrieliosP disse:

    De fato, pessoas altamente influenciaveis podem vir a provocar violência quando são estimuladas a isso, mas esses são casos extremamente raros. De certo modo, todos somos influênciaveis, pois costumamos ir na onda de “modinhas” pelo menos uma vez na vida, mas isso não significa que videogames provocam violência, se fosse desse modo filmes de terror estariam produzindo assassinos e psicopatas. A psyche (Se não sabe o que é isso, pergunte ao seu professor de filosofia) de cada um é diferente, alguns tem a mente forte e outros tem a mente fraca e influenciavél.

  27. Bismarck disse:

    hoje eu me sinto tão violento que acho que vou jogar uma pokébola nela…. xD

  28. Cristian disse:

    então eu sou um psicopata serial killer!

  29. Duke disse:

    Hell Yeah…Duke Nukem! God of War! Mortal Kombat!!! \,,/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.