Oricon: ranking dos volumes de mangás mais vendidos entre 16/08 e 22/08

Shueisha / Divulgação

Passado mais uma semana fiscal, foi divulgado o ranking semanal da Oricon. Confira os volumes de mangás mais vendidos entre 16 de agosto e 22 de agosto no território japonês:

  • 1° – Kaguya-sama: Love is War – Volume 23

Serializado na revista semanal Weekly Young Jump da editora Shueisha, o 23° volume da obra vendeu um total de 153.363 cópias neste período.

Shueisha / Divulgação

  • 2° – Uma Musume Cinderella Gray – Volume 4

Serializado na revista semanal Weekly Young Jump da editora Shueisha, o 4° volume da obra vendeu um total de 148.572 cópias neste período. A obra é um spin-off de Uma Musume Pretty Derby.

Shueisha / Divulgação

  • 3° – Black Lagoon – Volume 12

Serializado na revista mensal Monthly Sunday Gene-X da editora Shogakukan, o 12° volume da obra vendeu um total de 118.152 cópias neste período. A obra é publicada irregularmente devido a condição de saúda da autora. Publicada no Brasil pela editora Panini, mas foi “paralisado” no volume 9 publicado em outubro/novembro de 2010.

Shogakukan / Divulgação

  • 4° – Blue Lock – Volume 15

Serializado na revista semanal Weekly Shōnen Magazine da editora Kodansha, o 15° volume da obra vendeu um total 95.396 cópias neste período.

Kodansha / Divulgação

  • 5° – Oshi no Ko – Volume 5

Serializado na revista semanal Weekly Young Jump da editora Shueisha, o 5° volume da obra vendeu um total de 95.164 cópias neste período.

Shueisha / Divulgação

  • 6° – Ace of Diamond Act II – Volume 28

Serializado na revista semanal Weekly Shōnen Magazine da editora Kodansha, o 28° volume da obra vendeu um total de 91.128 cópias neste período.

Kodansha / Divulgação

  • 7° – Fire Force – Volume 30

Serializado na revista semanal Weekly Shōnen Magazine da editora Kodansha, o 30° volume da obra vendeu um total de 85.882 cópias neste período. Publicado no Brasil pela editora Panini.

Kodansha / Divulgação

  • 8° – Yona of the Dawn – Volume 36

Serializado na revista bimensal (duas edições por mês) HanaYume da editora Hakusensha, o 36° volume vendeu um total de 78.241 cópias neste período.

Hakusensha / Divulgação

  • 9° – Rent-a-Girlfriend – Volume 22

Serializado na revista semanal Weekly Shōnen Magazine da editora Kodansha, o 22° volume da obra vendeu um total de 74.930 cópias neste período. Publicado no Brasil pela editora Panini.

Kodansha / Divulgação

  • 10° – My Hero Academia – Volume 31

Serializado na revista semanal Weekly Shōnen Jump da editora Shueisha, o 31° volume da obra vendeu um total de 64.437 cópias neste período. Publicado no Brasil pela editora JBC.

Shueisha / Divulgação

Antes de tudo, estou feliz por termos um ranking bem diversificado (e sem Tokyo Revengers rs). Kaguya-sama: Love is War não teve as melhores vendas numa semana, mas mostra que tem muita força tempos depois do lançamento do volume. Junto disso, também temos Oshi no Ko, escrito pelo mesmo autor, que, recentemente, recebeu o Tsugi ni Kuru Manga Award 2021 e mostra o sucesso crescente da obra (inclusive, ele está sendo divulgado em todos os volumes de Kaguya).

Black Lagoon teve um novo volume lançado este mês, depois de muito tempo em hiato, e, aparentemente, ainda tem muitos leitores mesmo com sua publicação totalmente irregular, o que é melhor que prejudicar a saúde da autora para manter uma publicação regular. No Brasil, a situação do mangá não é muito fácil… O 9°, e último, volume lançado no Brasil saiu em 2010, ou seja, são quase 11 anos na “geladeira”. Infelizmente, isso foi algo muito recorrente com títulos antigos da Panini que raramente chegavam a última edição, pois eram cancelados ou paralisados por tempo indefinido (praticamente um cancelamento).

De resto, tivemos a presença de diversos títulos famosos. Gostaria de destacar, dessa vez, o mangá Blue Lock que teve uma adaptação em anime anunciada recentemente. Lembrando que Jagaaan, escrito pelo mesmo autor, estará acabando em seu próximo volume.

Fique ligado no ANMTV para o próximo ranking semanal da Oricon!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.