Nintendo se manifesta a respeito de localização de jogos para português

Reprodução.

Ao participar de uma entrevista feita pelo site Eurogamer, o chefe e representante da filial portuguesa da Nintendo, Jorge Vieira, resolveu se pronunciar a respeito das recorrentes solicitações que partem tanto de fãs brasileiros como lusitanos para que a gigante japonesa localize seus jogos em português brasileiro ou de Portugal.

Nas palavras de Jorge: “A localização é um tema que não cabe a cada país. Obviamente, se a decisão dependesse apenas de nós aqui em Portugal, teríamos os jogos localizados, mas é um processo que envolve muita gente na decisão. Não é tão fácil como às vezes leio, com alguma ingenuidade, que é pegar três ou quatro pessoas, traduzir e está tudo certo. É um processo sistemático que precisa cumprir um certo padrão de qualidade não só da tradução, como da revisão, algo que envolve muitas pessoas e leva o seu tempo.”

Ainda segundo o executivo, ele tem tentado explicar para seus superiores dentro da empresa que existem diferenças significativas da língua portuguesa nos dois países e que no que depender dele, haverá esforço para que mais games da Big N cheguem ao mercado localizados, seja como PT-PT ou PT-BR, ao declarar que: “Prometemos que essa questão não está esquecida, continuamos trabalhando nisso e vamos ver no que vai dar. O nosso objetivo é no futuro ter cada vez mais jogos localizados.” e destacou o êxito até agora com a presença de localizações do idioma em jogos como Nintendo Switch Sports, Mario Party Superstars e Mario Strikers: Battle League.

Jorge também afirmou estar ciente de campanhas organizadas por fãs no Brasil para que produções como os recentes Pokémon Scarlet e Violet ganhem tais localizações, mas reiterou que a decisão de traduzir jogos dessa franquia em especial para qualquer uma das versões em português não se trata de uma decisão unilateral da Nintendo, havendo a necessidade de um consenso junto à Pokémon Company e a Game Freak.

42 respostas para “Nintendo se manifesta a respeito de localização de jogos para português”

  1. Rafael Barreto disse:

    Que dialogo merda

  2. Lanzito disse:

    Resumindo: não vai ter.
    É de lascar, viu.

    • ChrysMonkeyQuest disse:

      Se jogo INDIE tem tradução, Nintendo tem 0 desculpas de “é complicado” considerando o tamanho que eles tem.
      Mas né… É a Nintendo que estamos falando.

  3. Vitor disse:

    Ainda assim, acho uma questão totalmente realizável
    Temos jogos como GOW, TLoU, Horizon (Aloy e o de corrida) dentre tantos outros até mesmo com DUBLAGEM em PT-BR
    Não custa nada ter um mero texto em português

  4. Kollz disse:

    Quando vão parar de implorar por migalhas da Nintendo? Ela não da a mínima para Portugal e muito menos ainda para o Brasil.

    • Nightwing disse:

      Rsrs. A Nintendo não pode contratar mais tradutores pq ela está pouco se f#d3nd para os fã de Pokémon. Para a Nintendo contratar uns 40 funcionários a mais atrapalha a sua missão de conquistar mais lucro a qualquer preço rsrs

  5. murasaki disse:

    Em outras palavras: “Não podemos fazer uma coisa simples porque somos uma empresa gigante que prefere não investir em países de terceiro mundo.”

    Sinceridade é tudo, né? Pena que a Nintendo não busca ser assim.

    • Toelho disse:

      Não achei isso, achei que isso quis dizer que eles entendem a importância da localização e tentam levar essa questão pra frente, mas os superiores deles (creio que os japoneses) não estão interessados.
      Isso que você disse se aplica aos chefes desse português, mas não a ele.

  6. Yuri disse:

    A Pokémon Company já dubla o anime e traduz os jogos de outras distribuidoras aqui, como os Pokémon Go e Unite. A culpa pela falta de localização na franquia principal é exclusiva da Nintendo.

    • Bruno disse:

      Não, a culpa é da Gamefreak, que por mais que se peça jogos traduzidos pro PT-BR, por mais que a própria tenha ciência da mobilização dos fãs, assim como já chegou pra ela uma vez, ela literalmente caga e anda pro público BR.

    • Rhobison Layan Lima Medeiros disse:

      Nintendo detem apenas 33% da ip de pokemon, ou seja, majoritariamente a Gamefreak é que manda. Entao cabe sim a ela a decisao de traduzir ou não.

  7. Arthur disse:

    Pop nerd agradece a Nintendo.

    Vou compra um Nintendo só para piratira o jogos

  8. Juarez Joestar disse:

    acabem de jogar um jogo em ptbr q custou 28 reais.

  9. Coragem disse:

    O jeito é desbloquear o console esperar o jogo ganhar tradução e baixar pra jogar na época do DS eu fazia isso na do 3DS pra frente parei de jogar Pokémon mas é fod# Nintendo e SEGA lançam jogo sem nenhuma localização, Yakuza é um jogo complexo pra caramba por exemplo e é todo em inglês, Pokémon seria bem fácil o jogo quase não tem diálogo os nomes dos golpes sem tradução não seria um problema

    • Nightwing disse:

      No Sonic sim, mas a Sega dublou Alien Isolation, um jogo de 2014 se não me engano.
      A Sega vai deixar o Sonic Forces com legenda em português do Brasil.

    • Lemo disse:

      A Sega é outra que está começando a localizar em passos de tartarugas, Yakuza Like a Dragon um fucking RPG com zilhões de coisas pra se fazer está localizado em PT-BR (Legendas) e vale ressaltar que as legendas em PT-BR e Russo vieram por meio de um patch de atualização coisa que a dona Nintendo poderia muito bem fazer em seus jogos GRANDES como Zelda Breath Of The Wild, ela não faz porque não quer mesmo.

      Sonic Frontiers também virá em PT-BR.

  10. Pedro Amorim disse:

    Ou seja não querem pagar

  11. GesichtLee disse:

    Desculpe pessoal de Portugal, mas Portugal realmente é um país muito pequeno, então PT-PT é meio difícil mesmo.

    PT-BR faz muito mais sentido já que são mais de 200 milhões falantes só no Brasil.

    Por outro lado, Pokémon tem ESP-ESP invés de ESP-LAT, sendo que o espanhol da américa latina claramente é o mais falado. Então, vai entender? Será que vende mais jogo na Espanha do que na América latina inteira? Dúvido um pouco…

    • Felipe Estrela disse:

      Os números sugerem que não, más tem casos como o meu onde a 10 anos tenho uma conta canadense pra economizar grana.

      • GesichtLee disse:

        Não existem numeros da Nintendo específicos para a Espanha e América Latina, então é difícil dizer.

        Mas o espanhol latino é amplamente falado nos EUA, mercado principal da Nintendo, espanhol europeu não faz sentido algum, típico caso da Nintendo cabeça-dura tomando decisões sem conhecer as regiões muito bem.

  12. Rafinha disse:

    Esse pronunciamento de Jorge Vieira tá mais pra dizer que “a Nintendo sabe o que esta acontecendo porém ela não fará nada!” Eu só observo e digo que essa entrevista não pode desencorajar as cobranças e sim triplicar as cobranças. Estamos falado da BIG Nintendo. não um uma marca games isolada só no Japão.

  13. Léwow disse:

    Resumindo: depois de toda essas desculpas esfarrapadas estão com preguiça de fazer

    Tadinha a Nintendo é tão pobrinha e não pode pagar alguém pra fazer traduções

  14. Caio Martins disse:

    Inútil fazer campanha a Nintendo é mercenária no dia que ela falir aí ela vai lembrar do desrespeito com seus clientes

  15. Gabriel Kauer disse:

    Será que os tradutores são tão exigentes assim com a Big N, que *só ela* não consegue localizar os games?
    Os jogos mais indies possíveis têm localização, mas ela não consegue, tadinha.

  16. Pedro Nobrega disse:

    >vende mal aqui: “Não podemos investir em um país com público de nicho”
    >vende bem aqui: “nos comprometemos mto com a qualidade de nossas localizações e fidelidade ao material original, mas é algo mto burocrático”

    Eu espero com todo o ódio do fundo do meu coração que a Nintendo como um todo nem que seja daqui a 10 ou 50 anos se torne um fracasso comercial, desvalorize, perca funcionários veteranos, feche estúdios e entre em falência

  17. Hibran Moraes disse:

    na boa parei de compra jogos da nintendo ja faz tem so compro agora se tiver pt-br ou pt-pt de resto so quizer muito ou tiver barato fora isso esquece .
    prefiro mil vezes a microsoft ja que em grande maioria os jogos vem traduzidos / dublados em pt-br

  18. Bruno Luiz disse:

    Ou seja: não estamos nem aí para lixo de terceiro mundo

    Só se esqueceram que os lixos são eles mesmos, da elite, isso que é lixo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.