Netflix pode estar considerando um plano com anúncios

Netflix / Divulgação

De acordo com o diretor financeiro da Netflix (via Deadline), Spencer Neumann, embora não esteja nos planos até o presente momento a entrada de anúncios publicitários na plataforma, através de opções de planos econômicos de serviço, a ideia não está descartada. A declaração foi dada durante uma coletiva de imprensa.

Nas palavras de Neumann: “Para ser bem claro, não é como se pregassemos uma ‘religião anti-publicidade’. Em nossos planos atualmente… Temos um modelo de assinatura escalável muito bom e, de novo, ‘nunca diga nunca’, mas não está em nossos projetos.”

Coincidentemente, a afirmação de um dos executivos do streaming ocorreu em um curto intervalo de tempo após um de seus concorrentes no segmento anunciar a proposta de uma versão mais barata contendo publicidade do serviço Disney+ para usuários americanos. Ao ser contestado sobre o assunto, Neumann comentou: “Eu adoraria saber se o público gostou da decisão da Disney, mas não acho que vou descobrir […]. É difícil para nós ignorar o que os outros estão fazendo, mas não é algo que faz sentido para nós agoraNós baseamos o que fazemos na experiência e na escolha do consumidor, assim como o que é bom para nossos criadores e produtores de histórias”.

Vale destacar que durante a coletiva, o executivo chegou a explicar como de acordo com seu ponto de vista ainda que outros serviços concorrentes da Netflix como Hulu, HBO Max, Peacock e Paramount+ ofereçam tais planos entre suas assinaturas, tais streamings ainda perdem mais dinheiro do que ganham, embora reconheça que o crescimento da própria Netflix tenda a uma desaceleração, em virtude tanto do avanço da concorrência como em razão dos aumentos de preços da Netflix em mercados importantes como na América do Norte durante o primeiro trimestre de 2022.

Novas informações devem surgir em breve.

7 respostas para “Netflix pode estar considerando um plano com anúncios”

  1. edustarman disse:

    Depois da Fusão entre HBO MAX e Discovery, dá até medo do monstro que
    vai sair desse Megazord será tanto conteúdo que a concorrência já está
    pensando em planos com propagandas não é mesma senhora Netflix e a
    Disney já está pensando em se fundir com a Star e para com hipocrisia de
    fazer apenas conteúdo family friendly, essa é uma das maravilhas do
    livre mercado quando não existe monopólio as coisas simplesmente fluem.A HBO MAX não perde tempo trazendo a Toei que só tem clássicos que são simplesmente adorados na América do Sul, sem duvida com o lançamento do conjunto desses dois Streamings (HBO + Discovery) o catalogo vai ficar gigante e com as parecerias a quantidade de lançamento na HBO MAX após a fusão tende a ser o streaming com mais conteúdo na América Latina, talvez até na América do Norte.

  2. Pedro Amorim disse:

    Não Não Não já basta as do YouTube!!!

  3. Blader Dudu disse:

    Pagar pra ver anúncio é o cúmulo, melhor partir pro piratão então, se tiver anúncio que não custe NADA pro consumidor e que seja igual o YouTube normal: veja anúncios pra dar lucro pra plataforma.

  4. KilluaSP disse:

    Será que a Netflix se tornará gratuito com anuncios igual a PlutoTV se fosse assim preferia que se torna-se uma emissora de tv aberta como a Rede Globo.

  5. shipuca disse:

    Não adianta, a Netflix é muito fraca de conteúdo, tem muita série que eles devem investir milhões e que são muito ruins. Acho que a estratégia certa agora, ao invés de tentar agradar todos com várias porcarias, é investir em conteúdo de qualidade.

  6. Squall disse:

    Netflix aproveitou pra crescer sem concorrência por muito tempo e acabou ficando desleixada, agora tem que correr atrás do prejuízo pra não ficar pra trás. Aos poucos ela perde cada vez mais da fatia do mercado que detinha, e se não tomar cuidado pode acabar sendo engolida pelos outros. Mas se inventarem de fazer planos com propaganda, que pelo menos sejam gratuitos, porque pagar pra ver comercial é fo##a.

  7. Mitchel disse:

    Pelo que entendi na verdade ele disse que não considera esse tipo de plano com anúncios no momento. De qualquer forma, o que a Netflix definitivamente precisa é diminuir o valor da assinatura ao invés de ficar aumentando mais e mais. 40 reais não tá valendo a pena. Quando eles eram novidade e praticamente únicos no streaming, unindo conteúdo de todas as produtoras, aí talvez fosse considerável esse valor. Mas agora com a concorrência crescendo, com conteúdos e valores muitas vezes mais atrativos, a Netflix precisa urgentemente corrigir seu valor de assinatura (pra menos).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.