Museu Ghibli: campanha de crowdfunding agora aceita doações do exterior

Museu Ghibili / Divulgação

O Museu Ghibli anunciou no Twitter que agora está aceitando doações internacionais para sua campanha de crowdfunding. Até o momento, a campanha já arrecadou algo em torno de 35 milhões de ienes (cerca de R$1,7 milhões em conversão direta).

O portal de doação online para a campanha de crowdfunding não permite o acesso a usuários da China, Reino Unido, Suíça, Noruega, Mônaco, Liechtenstein, Andorra, San Marino, Vaticano, Islândia e Estados membros da União Europeia (Irlanda, Itália, Estônia, Áustria, Holanda, Chipre, Grécia, Croácia, Suécia, Espanha, Eslováquia, Eslovênia, República Tcheca, Dinamarca, Alemanha, Hungria, Finlândia, França, Bulgária, Bélgica, Polônia, Portugal, Portugal, França, Malta, Letônia, Lituânia, Romênia e Luxemburgo). A campanha não aceita doações da Área Econômica Europeia em conformidade com o Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE. Todos os doadores receberão um cartão de agradecimento por correio normal.

O museu ultrapassou sua meta de financiamento coletivo Furusato Choice de 10 milhões de ienes (aproximadamente R$50 mil) em menos de 24 horas em 16 de julho. A campanha de crowdfunding operada pela cidade de Mitaka começou em 15 de julho e está aberta até 31 de janeiro.

A campanha foi realizada para custear o déficit causado por conta do estado de emergência causado pela pandemia da COVID-19. A campanha Furusato Choice afirma que, embora o museu tenha recebido uma subvenção da cidade de Mitaka em março, esses fundos não cobrirão o custo para reparos e manutenção maiores.

O Museu Ghibli, localizado em Mitaka, foi inaugurado em outubro de 2001 se dedicando a dar vida as obras produzidas pelo Estúdio Ghibli através de exposições interativas e réplicas de criações icônicas, como o Catbus de Meu Amigo Totoro e o robô de O Castelo Animado. O museu também oferece uma exibição de diferentes curtas animados do estúdio. Além disso, outras exposições de obras que influenciaram Hayao Miyazaki também são comuns.

Uma resposta para “Museu Ghibli: campanha de crowdfunding agora aceita doações do exterior”

  1. Maria Júlia Santana da Silva disse:

    Por favor que possivelmente incluem também a América Latina e obviamente o Brasil para doarem para a campanha deles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.