DC Universe Infinity será lançado este ano no Brasil

DC Comics / Divulgação

A DC Comics anunciou na segunda-feira (28) que seu serviço premium de assinatura de quadrinhos digitais acaba de ser lançado no Canadá, e em breve estará disponível no Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Brasil e México.

Os assinantes do DC Universe Infinite terão acesso total à mesma biblioteca de quadrinhos detalhada, incluindo histórias clássicas e os quadrinhos que inspiraram filmes como The Batman. Os usuários também terão acesso antecipado a novos quadrinhos digitais, como Harley Quinn: The Animated Series, The Eat. Bang! Kill. Tour, Suicide Squad: King Shark e outros. Ao todo, a biblioteca conta com mais de 25 mil títulos disponíveis.

Com novos quadrinhos sendo adicionados ao DC Universe Infinite seis meses depois de chegarem às lojas, a vasta biblioteca está sendo constantemente atualizada. As últimas adições para assinantes premium incluem Batman: White Knight Presents: Harley Quinn , The Nice House on the Lake, Superman: Son of Kal-El , I Am Batman, Superman and the Authority e muito mais.

Os assinantes poderão baixar os quadrinhos para leitura offline ilimitada em dispositivos iOS e Android.

Mais informações em breve.

8 respostas para “DC Universe Infinity será lançado este ano no Brasil”

  1. Squall disse:

    A lógica de serviços de streamming é que o conteúdo seja lançado simultaneamente, ou pelo menos próximo ao lançamento em outros países. Qual o sentido de um serviço de quadrinhos que você só vai ter acesso ao conteúdo seis meses depois que ele sair nas bancas? E pior, esses seis meses contam de quando saíram nas bancas lá nos EUA ou nas bancas daqui? O serviço pode até ser bom, mas pela questão de cronograma de lançamento ele não se mostra nem um pouco vantajoso. O preço vai ter que ser muito bom pra ao menos tentar competir com a pirataria.

    • Gabriel Viana Nagamini disse:

      Eu suponho que objetivo príncipal seja mais dar acesso fácil a histórias clássicas antes de contemporâneas, além do conteúdo exclusivo.

      Mas mesmo assim, não é como se o públíco mainstream tivesse mais interesse por esses dois tipos de conteúdo acíma do que tá saínda nas bancas AGORA!

  2. Kyle disse:

    “Com novos quadrinhos sendo adicionados ao DC Universe Infinite seis meses depois de chegarem às lojas“

    Quere ver como vai funcionar por aqui, onde as hq lançamentos nos eua chegam por aqui com diferença de vários meses ou até um ano.
    São raros os lançamentos que chegam rápido em relação aos EUA.

    • Gabriel Viana Nagamini disse:

      Me faz lembrar um pouco da situação onde uma HQ do Mark Millar (o mesmo críador de Kick-Ass, Wanted, Kingsman e Círculo de Júpiter) foi lançada com parcería da Netflix nos EUA, com um trailer em vídeo divulgando que ela estaria a venda “essa semana” ou algo parecído.

      Daí a Netflix Brasil traduziu e lançou esse trailer, MANTENDO essa mesma previsão de lançamento na versão em Português… QUANDO NENHUMA EDÍTORA TINHA LICENSIADO ESSA HQ EM TERRA BRASILIS AINDA!

      Supondo que por ser um serviço SÓ DE QUADRINHOS, a DC Infinity pode ser mais competente nesse aspecto. Mas eu não ficaria surpreso com o contrário…

  3. Lebowski disse:

    Para quem estiver interessado em assinar pra ler, os quadrinhos que inspiraram The Batman foram: Ano Um, Ego e o Longo Dia das Bruxas.

  4. tiagoseiyapb disse:

    Só me interessa se tiver material que pouco explorado por aqui por exemplo as HQs das animações sempre gostei de ler esses matérias adicionais das séries animadas

  5. Endo Torres disse:

    Eu acharia interresante, mesmo que o preço de assinatura fosse salgado, pois nada se compara a dois problemas: Local para guardar tanto volume impresso e o preço de cada volume que em si é bastante caro.

  6. Alan Cano Munhoz disse:

    Mas vai estar traduzido?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.