Black Lagoon: mangá chegará ao clímax do atual arco

Shogakukan / Madhouse / Divulgação

Foi anunciado que a 6ª edição de 2022 da revista Sunday GX, publicada pela editora Shogakukan, irá trazer o “clímax” do atual arco do mangá Black Lagoon, de Rei Hiroe, finalizando após anos o referido arco, que vem passando por diversas sequências de hiatos há muitos anos.

Contando com 12 volumes até o momento, na obra somos apresentados a Okajimo Rokuro, um típico homem de negócios nipônico que um dia é enviado pela empresa onde trabalha ao sudeste asiático munido de um dispositivo contendo informações consideradas ultra confidenciais e acaba sendo sequestrado por um grupo de piratas que compõe a tripulação de um navio chamado Black Lagoon. Acreditando que a instituição para o qual presta serviço iria arcar com o seu resgate, Rokuro acaba surpreendido ao descobrir que mercenários são enviados para recuperar o dispositivo e “descartá-lo” de sua missão inicial, tendo agora que escapar com vida da situação e abraçar uma nova vida como membro da embarcação que dá nome à série abrindo mão de seu passado e do próprio nome como outrora foi conhecido. Em 2006, Black Lagoon recebeu uma adaptação em anime pelo estúdio Madhouse que contou com 2 temporadas, além de alguns OVAs em 2010 e 2011.

Em julho de 2021, ao responder a um fã em seu Twitter sobre o porquê dos constantes e inúmeros hiatos da série, o mangaká se pronunciou respondendo que foi diagnosticado com depressão há 10 anos e lidar com os problemas relacionados à doença é um dos fatores que impossibilita que novos capítulos sejam publicados na regularidade em que ele próprio gostaria.

No Brasil, o mangá de Black Lagoon é publicado pela Panini e está com sua publicação estagnada no 9° volume desde outubro de 2010.

Uma resposta para “Black Lagoon: mangá chegará ao clímax do atual arco”

  1. josney disse:

    Eu espero que essa obra termine, qye tenha um ultimo arco bem matança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.