Ex-diretor da Madhouse culpa fansubs e animação 3D pela crise do anime

Que a animação japonesa está em crise já faz algum tempo não é nenhuma novidade. Fala-se muito na falta de criatividade dos criadores e na forma como as empresas licenciam seus produtos no resto do mundo. Mas o grande culpado, segundo um ex-diretor da Madhouse, é a pirataria.

Em uma entrevista publicada no site ASCII.jp, Masuda Hiromichi culpou os fansubs e a animação 3D pela crise da animação japonesa no país. Confira as declarações mais importantes e polêmicas dadas por Hiromichi:

1 – Naruto não pode fazer tanto dinheiro

O caso de maior sucesso exportado do mundo dos animes é Pokémon. Ele teve grandes vendas no início do ano 2000, porém, a maior parte dos lucros foi com produtos baseados nos personagens e jogos. No caso de Naruto, o principal produto é tudo que seja relacionado a vídeo, pois a maioria das pessoas só quer saber de ver séries gratuitamente e nunca gastar dinheiro com DVDs. A popularidade do anime continua em alta, mas as vendas fora do Japão em 2009 caíram por volta de 51% em relação a 2006.


2 – Pequenos produtores não podem contra fansubs

É impossível tomar medidas legais contra streaming não autorizado e download de arquivos. Os valores das vendas anuais de grandes produtoras de anime são quase iguais aos que a Disney gasta anualmente em medidas antipirataria.


3 – A parceria com o Crunchyroll não funcionou bem

Tentamos criar uma boa relação com os fansbus por meio de um contrato com o Crunchyroll. Esperávamos que ele tomasse medidas legais contra o download de arquivos, mas isso não foi possível. Ele também é uma empresa pequena como a nossa. Muitos dos títulos são simplesmente incompatíveis com o simulcast, porque a produção de cada episódio de uma série, geralmente, é concluída um pouco antes de ser transmitida no Japão.


4 – Fansub como “publicidade gratuita” é algo irreal

Criou-se a ideia de que os produtores de anime podem fazer dos fansubs uma espécie de “relações públicas” gratuito, e pode ganhar dinheiro com a venda de produtos ao invés de DVDs. No entanto, a venda de mercadorias fora do Japão não é negócio simples. Acordos de licenciamento e os meios de vendagem levam muito mais tempo e energia do que as vendas no formato de vídeo. Enquanto isso, aparecem os produtos e dominam o mercado.

Além disso, o mercado de produtos baseados em animações japonesas é voltado especificamente a um determinado público, bem menor do que o de animes voltado para crianças. Temos de deixar tudo nas mãos do formato de vídeo, que sem dúvida alguma, cria problemas para os fansubs que os disponibilizam gratuitamente.


5 – A animação 2D está se tornando obsoleta

Hollywood já adotou por completo a tecnologia de animação 3D. A demanda pelo 2D não vai mais crescer. A produção em massa de animações em 3D não é páreo para a ineficiente animação japonesa em 2D.

Seriam plausíveis os argumentos de Masuda Hiromichi? De fato o diretor esqueceu que o modelo adotado pelos japoneses para negociar animes é visto como “arcaico” e “ultrapassado”, pois o produto é vendido para canais e distribuidoras de todo o mundo a peso de ouro, isso sem contar o enorme delay para que uma produção chegue num país, algo que não acontece com as animações e séries de TV americanas.

Independente das produções americanas serem mais baratas, elas são mais acessíveis e estreiam facilmente em vários países enquanto ainda são exibidas em seu local de origem. Aqui na América Latina, por exemplo, a janela de exibição diminuiu consideravelmente, tanto que o atraso costuma ser de duas semanas entre os Estados Unidos e a região, no que se refere a seriados, e tudo isso para combater a pirataria.

Há quem diga que os japoneses estão errando e muito em querer ganhar rios de dinheiro com os animes vendendo-os tão caro, quando poderiam mudar sua forma de negociação e agilizar a disponibilidade, o que possivelmente poderia diminuir o problema que enfrentam. Na prática, o modelo japonês não condiz com a atual realidade do mundo de hoje.

A tecnologia fez com que qualquer pessoa tenha acesso a um anime em questão de um único clique. Como a indústria do anime ainda não conseguiu ou não quer encontrar uma solução que agrade os dois lados (fãs e empresários), a briga entre eles e a pirataria não deverá ter um fim tão cedo.

49 respostas para “Ex-diretor da Madhouse culpa fansubs e animação 3D pela crise do anime”

  1. Dan disse:

    Eles deveriam investir mais na internet como meio de transmissão de animes. Os fansubs não são os grandes vilões; são as próprias empresas que erram na distribuição e publicidade dos animes.

    Sem a internet e os fansubs, não íamos conhecer tão cedo muitos animes, como Haruhi, Lucky Star…

    Deveriam tambem fazer estréias globais em grandes mercados (Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos e alguns países da Europa e América Latina), mesmo que seja legendado e SEM CENSURA. Assim os lucros iam aumentar e o caso dos fansub’s ia ser solucionado.

    E outra coisa: o 2D não morrerá tão cedo.

    • alexHarima10 disse:

      muito legal. bem eu to vendo um anime que ensina muito aos jovens; é sobre um garoto que adquiri varios fetiches e enssina como conviver com eles, ou seja, algo importante para os jovens e ate msmo adulto, ja que no ocidente 80% das pessoas ñ admitem ter fetiche e ñ sabem como lidar com isso. esse tipo de anime ajuda e muito, mas creio que enquanto eu vejo uma obra que ensina, os outros veem uma coisa sem vergonha e etc… ‘–

    • jailson disse:

      graças aos fansub´s,eu pude assistir vários animes antes de ser lançados no país,uma delas é fullmetal alchemist brotherhood,parabéns pra eles.uhu

  2. Adriano disse:

    não é a toa que saiu da madhouse. só falou besteira mas concordo com eles em alguns pontos.

    mas a pirataria só vai mesmo acabar quando os japoneses mudarem seu jeito de pensar e não apenas as pessoas, tem que ser os dois lados.

    achei engraçado ele falando de naruto só ter sucesso pq é sustentado pelo vídeo.

  3. Daniel disse:

    Apesar de concorda um pouco com o Masuda Hiromichi, temos que ver que não é só isso.

    Se existesse uma representação do japão legal aqui no Brasil que se comprometesse a trazer entrenimento oriental, combinando com o estilo brasileiro de ser (assim como o warner channel), problemas como os fansubs não existiriam aqui.

    Tem que haver uma iniciativa deles e a nossa vem como consequencia.

    • alexHarima10 disse:

      realmente eles precisão de uma reforma na representação, tanto no brasil, quanto em outros paises. os representantes estão muito acoados, isso é muito preucupante, espero que um dia eles(representantes) possam tomar uma atitide mais “agressiva” no ramo.

  4. Hayashy disse:

    Eu acredito que um dia animação em 2D vai acabar, ninguém mais quer desenho animado em 2D, um exemplo é o filme A princesa e o Sapo, custou muito caro, mas foi um fiasco comercial, enquanto Alvin os Esquilos rendeu muito dinheiro… ou ainda “O bicho vai pegar…”Enfim, o fim está proximo e os japoneses terão que adotar esta nova tecnologia. Eu não quero que isso chegue tão rapido. E sim, Fansub tem culpa em atrapalhar os negocios fora do Japão. Quais são os animes que estão passando na TV BRASILEIRA?

    • alexHarima10 disse:

      só infantis ‘-‘

    • Amai Miruku disse:

      eu acho que sempre vai haver espaço pra animação 2D.
      os filmes da Disney são uma coisa e animes é outra completamente diferente com públicos totalmente diferentes (e isso não que eu queira dizer que animes são melhores que animações ocidentais).
      pode ser que o 2D não dê mais certo pra filmes e desenhos animados como os da Disney, mas no caso dos animes isso é totalmente o oposto pois 3D e animes não são coisas que se misturam bem, tanto que eu acho que nunca vi um anime em 3D que tenha dado certo.

    • ana paula disse:

      primeiramente amigo mal informado, o desenho a princesa e o sapo não deu certo simplesmente pela história ser utrapassada e o roteiro um fiasco .
      E o desenho em 2d não vai acabar, nem pela animação em 3d ou algum outro obstáculo.
      O que este ex diretor quis ocultar com esses motivos tão superficiais, foi o fato de que os autores japoneses ,assim como alguns roteristas americanos de hollywood estão em fase de vazio criativo.
      Repetem a mesmas idéias, não conseguem apresentar mais para o público histórias diferentes que ao mesmo tempo gerem lucros.
      Agora falar que desenho em 3d vai substituir a animação em 2d é um pouco imaturo.
      Pois sabe-se que no final de tudo sendo desenho 2d ou 3d o grande público busca históricas ,ousadas e criativas sendo muito bem contadas e que passem diversão assim como alvin e os esquilos.
      Pense bem, atualmente na tv aberta ou por assinatura o que faz mais sucesso entre as crianças: PICA_PAU e é desenho em 2d.

  5. Ellyn disse:

    Bem como o amigo falou, sem a net não conheceria muitos animes, ou relembraria muitos que assisti na tv aberta.

    Enfim se os DVDs fossem mais baratos eu comprava, se eles ao menos dublassem de forma mais perto do japones, ou com extras bem produzidos.

    A culpa não é nossa, se a TV brasileira colocassem mais animes mais fies aos originais eu assistiria na maior. Propaganda falta muito no brasil, eles só focam o do momento, tipo o Ben 10, Acho que nunca vi um comercial do Naruto, na TV aberta.

    E fansub é a consequencia disso, eles não qurerem ficar de braços crusados, ele acham e legendam, e sei que é um trabalho da porra.

    Parabens magancas sem vcs a vida seria uma merda, parabens fansub sem vcs eu não conheceria bleach ou só pela metade como assim dublaram, e não parabens para a TV aberta brasileira!!!

  6. Kira Yamato disse:

    Eles acham que o outros paises , conhecem certos animes , só por ver em materias etc.. Se fomos pensar bem como ele venderiam tantos acessorios , gerariam tanto entusiasmo da pessoa para obter certo DVD em casa , para guardar futuramente relembrar , e como teriamos tantos eventos de anime em cada canto do país , de animes que si quer ja nunca passaram por aqui , entao de alguma forma nao deixa de lucrar , acho que ele só deve ta revoltado com sua demiçao e resolveu chutar tudo

  7. alexHarima10 disse:

    ñ gosto de animação 3d ‘–

  8. SyaoranPoa disse:

    Esta Madhouse tem que mais é calar a boca em dizer que fansub tem culpa. O verdadeiro culpado é o próprio japão, que negocia versão cortada, editada, incompleta e porcamente dublado.
    Fora que nos aqui na america latina temos que aturar Power Rangers. Por isso sou a favor de fansubs…
    No caso do Brasil, quantos animes sairam em dvd completo e com capricho? Bem poucos (Tem?)… outros completos e toscos… outros incompletos por empresas incopetentes… outros somente 2 episódios num unico dvd (sakura wars)… poderia ficar aqui citando muito mais…
    Baixo anime da internet via fansubs e vou continuar até alguém bater peito e lançar algo que preste…

  9. alexHarima10 disse:

    “reformas JÁ!” normalmente quando um sabio otaku fala algo acaba sendo verdade, msmo quando a afirmação do msmo é desconhecida. mas quando pesquisada profundamente, a resposta é sempre a msma que o otaku ja vinha dizendo.

  10. Alisson disse:

    Não está vendendo nem hoje, MUITO MENOS ONTEM.
    Ninguém compraria uma coisa cara dessas, especialmente se for retalhada pelos burros que dão pra empresas como 4kids.

    • Lueichigo disse:

      A culpa é de:
      Primeiro os japas que são uns otários vendendo suas coisas muito caro,sendo que eles sabem que anime não faz sucesso com todas as classes de pessoas, o que acaba tornando a demanda pequena.
      E segundo eprincipal culpado, os otaCÚS de todo lugar, especialmente do Brasil que não compram nada original, não gostam de dublagem e não acompanham animes na tv aberta, isso quando são transmitidos.
      Eu sim, sou um fã de verdade, pois compro quase tudo que sai licensiado no Brasil, e até importo, mesmo que pouco.
      Então antes de se orgulharem de serem “fãs” e de terem seus releases em bdrip e piratex, vão criar vergonha e serem babões de verdade dos japas, comprando os produtos deles!

  11. […] fonte da notícia Ex-diretor da Madhouse culpa fansubs e animação 3D pela crise do anime é o site Anime, Mangá e TV – […]

  12. Gabriel Arruda disse:

    Não é a tóa que esse idiota foi pra fora da Madhouse ele fala muita merda

  13. JohnReD disse:

    Como fisicamente pode ser complicado ser tão rapido, o mercado japonês poderia fechar um acordo com empresas que fazem legenda, ou com os próprios fansubs (com direitos de trabalho e talz acertado claro) para legendar a vender, nada muito caro, episódios que seria postados na mesma semana que passaram nos EUA. iSSO poderia render pacotes de eps em um todo ou pagar por um ep por vez caso vocÊ ainda esteja vendo se vai acompanhar aquele anime, e depois os dvds chegariam com a devida qualidade e preço. Isso seria muito bom para o mercado além de criar profissionais brasileiros que já teriam acesso ao mercado internacional. Posso estar falando besteira em algum ponto, mas no meu ponto de vista daria certo. Por que usando os próprios legenders para legendar vocÊ estaria acabando com a legenda de graça dando animes legendados com qualidade oficialmente por um preço acessivel. A internet assim como para os quadrinhos, é o futuro para os animes, varios canais acabam postando até de graça ou a um preço baixo eps que acabaram de passar em seus paises de origem. O Syfy por exemplo.

    • Amai Miruku disse:

      se fosse tão fácil assim eles já teriam feito a muito tempo.
      devem existir centenas ou milhares de fansubs espalhados por todo o mundo, seria totalmente inviável eles fazerem contrato com todos eles.
      além de que pra isso vai contra tudo que faz um fansub ser o que é, deixaria ser algo feito de fãs para fãs pra ser de empresas para compradores, seria a morte de qualquer “fansub”.
      e por mais barato que eles fizessem isso sempre vai haver um fansub que faça de graça.

  14. isis disse:

    odeio 3D
    eu prefiro 2D

  15. TK disse:

    Está em crise porque é um lixo mesmo.

  16. Alsan Matos disse:

    A grande crise japonesa, em todos os segmentos da sua economia – incluíndo os animes e mangás-, é se sujeitar passivamente aos interesses estadunidenses.

    Eles se permitiram colonizar, e o patrãozinho deles os isolou de tal forma que eles sequer conseguem fazer pesquisas de mercado ao redor do mundo.

    Os japoneses ficam escondidos naquelas ilhotas deles e não têm a MENOR IDEIA desse potencial adormecido e mal-explorado de seus “produtos”, tanto no ponto-de-vista comercial como PRINCIPALMENTE pelo valor sócio-cultural.

    Eles influenciaram toda uma geração de jovens ao redor do mundo com sua releitura do Pop. Suas músicas, seus games e suas séries de ficção dos anos 80, 90 e início dos anos 2000 reinventaram o entretenimento por todo o mundo, mas eles simplesmente não sabem disso. Porque permitiram que os americanos atravessassem a comunicação deles com o resto da humanidade.

    Nunca falam diretamente com o resto do mundo, tudo que sai de lá sempre passam pelo crivo atroz da censura estadunidense. E depois do mal feito, agora a culpa do fiasco deles é do seu fã? Ora, me faça o favor!

    Isso parece o caso daquela mãe que troca de namorado toda semana e não dá atenção pra filha. Quando a filha cresce e vira puta, a mãe culpa a má índole da jovem, quando na verdade foram os maus exemplos e a falta de presença materna que causaram o “dano” na jovem.

    Se o otaku ocidental é “pirateiro”, é por culpa dos nossos “padrinhos” orientais serem tão ausentes e relapsos para conosco, nos deixando a mercê do interesses mesquinhos de seus procuradores maledicentes, os infames estadunidenses.

    Nunca se interessaram pela gente, é a impressão que fica. A febre “moe” e outras bobagens pensadas apenas para o público interno nipônico provam o que digo. Enfim, a conclusão que chego é que eles são muito ingênuos, eles não têm a menor idéia do que realmente se passa no mundo.

    E, se for assim, então que se danem todos eles. Tai os chineses comedores de grilo doidinhos pra dominar o mundo. Vendam seus mangás em Hong Kong se forem capazes…

    • eu disse:

      o problema é que a china é um País Comunista
      dúvido que eles consigam produzir alguma coisa que passe pela censura.

      se for apostar, eu aposto na Coréia do Sul

      • Robotmonster disse:

        Produzir pra exportar parece um negocio mais viavel pra eles, aliais a ideia principal da china é pegar todos aqueles profissionais e autores insatisfeitos e criar seus proprios estudios, não precisa ser vendido na china.

        A china é captalista, so ela mesma não sabe, hahaha.

  17. Amai Miruku disse:

    eu não acredito muito que o motivo dessa crise seja por causa do publico não japonês, primeiro motivo é que as series de anime como as conhecemos já existem no Japão a décadas muito antes que a internet tivesse popularizado esse tipo de animação pro resto do mundo e os fansubs existissem, então por que só agora que se tornou popular no resto do mundo eles alegam essa crise?? e durante tantos e tantos anos quando os animes e seus produtos só eram quase comercializados no Japão não havia crise??.
    pode ser que eles não estejam ganhando o tanto de dinheiro como esperavam ganhar com as suas series no resto do mundo, mas eu não acredito que as coisas tenham mudado tanto assim lá no japão, lá os animes são exibidos nas tvs logo não havendo problemas com fansubs nem necessidade das pessoas baixarem nada, e pelo que eu sei os fãs japoneses adoram comprar DVD’s e tudo mais que tenha haver com suas series favoritas.
    pode ser que o motivo dessa crise seja a última crise econômica, que mexeu com quase tudo no mundo, mas agora jogar toda a culpa encima dos fansubs e fãs do resto do mundo é muito exagero.

    e como eles esperam ganhar rios de dinheiro aqui se não fazem por onde?
    os animes que vem pro resto do mundo são quase nada se comparados com a quantidade que é produzida no Japão, os poucos que vem de lá são quase sempre meses ou anos depois de terem sido produzidos, quase sempre censurados e todos esquartejados para passarem em canais e blocos infantis (como se as crianças fossem o único publico), DVD’s e muito dos produtos são aos olhos da cara.
    não é de se estranhar o quase fracasso de se ganhar dinheiros com animes fora do Japão pelo modo que eles e as empresas do resto do mundo tratam esse material.

    e esse historia de animação 3D afetar os animes é muita lorota é até um absurdo dizer isso, quase tudo que é produzido em animação 3D pelos estúdios de animação dos EUA são filmes infantis como os do Disney Pixar,
    é um publico totalmente diferente do publico que vê anime, é tão absurdo como se dissesse que a indústria produtora de bolas de futebol afetasse a indústria de produção de margarina.

    (meu comentário ficou meio confuso e grande mas espero que alguém entenda XD)

  18. othons disse:

    as animações americanas também perdeu espaço a crise culpa série Jovens …

    é triste….

  19. othons disse:

    Icary.com mega sucesso Ibope perder com Desenhos lá abaixo…

    Infelizmente animações americanas 2D perdeu espaço por causa animações americanas 3D com Disney Pixar…

  20. Gustavo disse:

    Também acho que os animes estão em crise graças a pirataria, com certeza.

  21. Rukasu! disse:

    Mas ai vem, 1° Os “animes demoram 3 anos pra ser licenciado em nosso país!
    Se fosse para depender da Tv Brasileira em Asistir Animes… Taríamos ferrados e loucos pq, eu acho que ver o Naruto Shippuden seria um sonho, além do mais que asisti e gosta da versão japonesa – as vozes e tals, não preferem ver com a versão DUBLADA! Bom eu gosto das Duas versões tanto Seja qual anime! Mas como aqui é em forma geral – Eles deviam ver as situações, pq tem muito Fã de Animes e Mangás pelo Mundo! Se fosse em DVD seriam 3 a 4 episódios (MUITO POUCO) E MUITAS VEZES A DISTRIBUIDORA NEM TERMINA A SÉRIE, ENTÃO PRA QUEM COMPROU FICA NA MÃO! sÓ EM SONHO PRA VER A SÉRIE COMPLETA!!!

  22. alex disse:

    uma coisa é certa, muitas vezes nós procuramos animes para ver, e escolhemos os mais populares, e os mais bem comentados, ou seja muitos Hoje são conhecidos pelo fato de serem pulblicados na intener onde uitos podem deixar seus comentarios sobre o anime insentivando outras pessoas a verem, desse modo tornando o anime mais conhecido, ele será mais visto, pois muitos animes não agradam niguém apenas pela sinopse… muitos são do tipo que julgam o livro pela capa, se não fosse a internet onde há um relacionamento mutuo entre fãs de animes… muitos animes não seria tão conhecidos como Hoje e isso traria lucro para eles ? não seria o mesmo lucro que estão tendo agora, pouco.
    se investissem mais a cultura ociental em outros países, não precisariamos de fansubs ou dowloads….
    outra coisa, estão esquecendo das pessoas menos favorecidas economicamente? como fariam para desfrutar da cultura animestica….
    isso seria injusto, graças aos fansubs esse problema é o de menos.
    usem a cabeça para melhorar ambos os lados, pois isso é possível.

    • Nekomimi disse:

      Você já leu o texto que eu postei acima? Ele aborda a questão sócio-econômica, também.

      • alex disse:

        eu vi, e assino em baixo.
        sabemos que se não fosse a internet, seria facil assim, comprariamos DVD’s do anime sem ao menos saber muito sobre ele, um exemplo são os animes menos conhecidos, você sairia comprando qualquer DVD assim ? seja lá o que for, DVD filmes em cinemas… qualquer outra mercadoria relacionada, não. mesmo se sim você certamente iria se decepcionar com muitos ou seja dinhero jogado no lixo.
        agora na internet isso não acontece, quando pesquisamos mais sobre o anime sabemos se vamos gostar… se é bom …
        enfim quero dizer que mesmo se não houvesse fansubs, poucos animes fariam sucesso e difícilmente a economia iria ser alta.
        os Fansubs ajudam a cultura japoonesa ser mais conhecida…
        sem falar que isso não é motivo, pois o filme de One Piece estreou em apenas 3 em poucos cinemas e arrecadou 4000 milhões de yenes apenas no primeiro dia: http://www.youtube.com/watch?v=1rnye7_FeIQ
        olha a fila para o primeiro dia de exibição do filme, a imagem ta ruim, mas da pra ter uma idéia das pessoas que viram.

    • luiz:( disse:

      concordo plenamente

  23. TetsuV3 disse:

    Concordo e descordo do Sr. Masuda Hiromichi. Os fãs tem culpa? Tem. Ninguém é inocente. Mas o trabalho de se adaptar aos consumidores é deles e não nós de nos adaptarmos a eles. Todo o conceito de empreendimento está sendo jogado no lixo? Cadê as pesquisas de mercado? Cadê a adaptação aos formatos da nova geração, dá geração internet? O mundo hoje é instantâneo, tudo funciona mais rápido e não estão acompanhando.

    Não seria mais viável redirecionar toda essa quantia absurda que dizem gastar com medidas anti-piratária para um investimento em novos formatos de mercado? Por que tentar combater a pirataria é como tentar secar o mar retirando a água com um copo; você até consegue pegar água, mas nunca vai conseguir secar o mar.

    Enfim, esse é um assunto que rende muito, muito mesmo. Acredito eu que as empresas, todas aquelas do mundo “entreterimento”, deveriam abrir suas mentes e experimentar coisas novas, ou isso só será resolvido quando essa nova geração substituir os que comandam hoje (ou não).

  24. alexHarima10 disse:

    que venham as animações chinesas, para darem um tapa na cara dos japoneses pra ver se eles acordam e tomam atitudes mais agressivas.

  25. ezio d alonso disse:

    procuro um desenho em anime de ficção, onde um robo, manda mensagens da lua onde conseguiu pousar, para ser fabricado um robo semelhante a ele, ao mesmo tempo ele, contata telepaticamente um rapaz e o indus para ir ao encontro desse robo que ja estava concluido em uma base secreta.

Deixe um comentário para ezio d alonso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.