Eternos: filme não será exibido em países árabes

Marvel Studios / Divulgação

Segundo a Variety, Eternos, novo filme da Marvel Studios, foi banido da Arábia Saudita e outros países árabes como o Kuwait. O motivo desse banimento se dá ao fato do filme inserir o primeiro herói abertamente homossexual da Marvel nos cinemas, Phastos (Bryan Tyree Henry), que é casado e possui um filho no longa.

Países árabes possuem uma política de censurar cenas sexuais, religiosas e homossexuais e os estúdios são informados disso e uma edição do filme é solicitada, isso aconteceu com a Disney mas a empresa não quis ou não conseguiu realizar as adaptações solicitadas. É bem provável que o estúdio tenha se recusado a realizar os cortes diante do desejo que a diretora Chloé Zhao havia mencionado em entrevistas, que seria o de não alterar o filme e a Marvel estaria de acordo com este desejo.

Em outros países como Rússia e Singapura, o filme recebeu classificação indicativa +18 pelo mesmo motivo, a presença de um casal do mesmo gênero. O fato da Marvel/Disney não alterar o longa para se adequar aos mercados internacionais é algo bem interessante, pois mostra uma mudança na postura da empresa condizente com a atual realidade que pede cada vez mais por representatividade.

Eternos está em cartaz nas principais salas de cinema do Brasil.

21 respostas para “Eternos: filme não será exibido em países árabes”

  1. Pedro Nobrega disse:

    Se a China pedisse pra editar o filme rapidinho que eles voltavam atrás com o acordo kkkkk

  2. RPG Humanelfo - Youtube disse:

    E pensar que estamos mesmo vivenciando o século 21.

    • Luiz Felipe Matos disse:

      Pensando nisso enquanto leio os comentários aqui. Aliás, já já ter uma seção de comentários vai ser coisa do passado, porque o Disqus, apesar de ótima ferramenta, tem lugar que é uma verdadeira fossa.

  3. Brayan Ocampo disse:

    Esta pelicula esta oliendo a una cronica de un fracaso anunciado

  4. Rand Al Thor disse:

    E a China?

    Eu tinha visto que a China apertou bastante o cerco em relação as coisas homossexuais (quadrinhos originais e internacionais inclusos). Inclusive, sequer pode ter homem afeminado por lá também com uma lista de como os idols devem agir de agora em diante.

    Marvel já ta sabendo disso? Perder a bilheteria da China por bobeira vai doer…

    • Gabriel disse:

      Eternos não vai ser exibido na China, mas não por causa disso e sim porque desenterraram uma entrevista antiga Chloé Zhao onde ela tinha dito que o país era um local cheio de mentiras. Assim como Shang-Chi não foi lançada por conta de críticas que Simu Liu fez ao governo chinês.

      A China endureceu demais a censura recentemente. Não sei como vai ficar essa relação com Hollywood.

    • Luiz Felipe Matos disse:

      “Bobeira”

  5. 2 segundos dura a cena do beijo, a cena de [email protected] é bem mais longa. Se a condicao pra exhibir o filme é eliminar toda cena gay entao que esses paises fiquem sem o filme.
    Eliminar essas cenas dessa familia nao tradicional é um desrespeito a quem representam e é um desrespeito com o personagem Phastos.

    Detalhe que me chamou a atencao é que o nome do filho é uma homenagem ao Jack Kirby.

    Evitando spoilers, pra que lee os comics, muita coisa mostrada neste filme abre portas pra muitas coisas no MCU, rola referencias que so quem leu os comics vao entender (Por enquanto, talvez).

    • Blader Dudu disse:

      O problema foi a diretora criticar (com razão) a [email protected] chinesa, aí baniram de antemão, mas essas cenas a Disney cortaria de boas ou o filme seria só pra +18 em prol do lucro, empresa pensa assim.

      • Tá mas uma coisa é o que rola na China, outra é o que rola nos paises arabes.
        E de qualquer jeito mesmo se ela nao falasse nada a Republica Comunista da China ia dar um jeito de impedir a estreia só por esses dois segundos de beijo (Ou se abracar, ou segurar as maos).

        Uma obs. sei que eu nao censurei a palavra do ato natural de reproducao, mas “ditadura” tb se censura automaticamente?

        So prol de ter cuidado com se meter com o grande oriental dado que muitos temos Xiaomi ou apps da Tencent, mas essa palavra nem deveria ter censura.

  6. César Filho disse:

    parabens a esses países, putin é um exemplo de estadista

  7. Gabriel Arruda disse:

    Proibido por capricho de Clérigos e Tiranos corruptos.Quem quiser ver vai ter que contrabandear o rolo ou ir até Israel.

  8. Gerson disse:

    2 coisas, 1ª o personagem nas HQs também é gay? se for que bom que a Disney está adaptando mais fielmente os quadrinhos, se não será só mais uma “representatividade” forçada para agradar mais pessoas as custas do personagem, e 2ª, depois que a Disney ver quanto perdeu de arrecadar com isso nos próximos filmes mesmo não admitindo e dizendo que não fará cortes com certeza irão fazer tudo certinho. Padrão Disney de qualidade fala sempre mais alto.

    • Blader Dudu disse:

      O lucro sempre fala mais alto, e mudaram até a etnia e gênero dos personagens em eternos….. então acho que o Phastos é um gay forçado.

  9. JackJill disse:

    Me surpreende a Singapura tá nesse barco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.