Aves de Rapina: versão editada estreia no HBO Max (AT)

Warner Bros. / Divulgação

Pegando a todos de surpresa, o HBO Max disponibilizou nesta sexta-feira (26) uma versão editada do filme Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa, excluindo ou borrando cenas com violência extrema e palavrões.

Frase “Eu raspei minhas bolas para isso?” foi borrada / Warner Bros. / Divulgação

Tal corte já havia sido exibido nos Estados Unidos pelo canal TNT e não costuma ser uma novidade que produções com classificação R-Rated recebam edições para exibição na TV, mas a disponibilidade em um serviço de streaming chama bastante a atenção.

Em comunicado ao Omelete, o HBO Max disse que o corte censurado foi aplicado para que o filme esteja compatível entre todas as idades na plataforma e que eventualmente outros títulos podem vir a ser adaptados.

Especula-se que o corte editado tenha sido uma alternativa da WarnerMedia para manter o longa no catálogo do HBO Max, que trabalha no formato de “rotação”, onde títulos entram e saem da plataforma esporadicamente. Outros apontam que se trata de uma resposta da Warner Bros. por sua insatisfação ao corte para maiores, que teria limitado o desempenho da produção nas bilheterias, que arrecadou apenas US$ 201 milhões, causando prejuízo ao estúdio.

A versão para o Brasil de Aves de Rapina também foi atualizada para a editada, mas por enquanto, sem opção de dublagem ou legendas.

Atualização: em entrevista ao ScreenRant (via CBM), um representante do HBO Max disse que a versão editada foi adicionada por engano, e que o corte original para maiores será recolocado na plataforma.

15 respostas para “Aves de Rapina: versão editada estreia no HBO Max (AT)”

  1. ChrysMonkeyQuest disse:

    Não era mais fácil disponibilizar ambas as versões e não deixar a versão pra maiores disponível pra crianças?

  2. Pedro Lucas Pimentel disse:

    o pior é que não é só uma nova versão, mas sim a única versão do filme no HBO MAX, isso não faz sentido nenhum…

  3. Tales disse:

    não ligo pra esse filme, mas se isso virar tendência cancelo a assinatura

  4. Dauðalogn disse:

    É só fazer um filme apropriado para todos os publicos do que fazer um para mais de 18 e depois ficar censurando, quanta estupidez.

  5. Felipe Estrela disse:

    Não dá pra pedir coerência pra mesma empresa que estreou LatAm as temporadas três e quatro de Justiça Jovem mas dublando únicamente a quarta (Sendo que a terceira ja tem uns anos que estreou)

  6. Léwow disse:

    Quem que quer ver coisa censurada pagando um serviço de streaming

    Brincadeira

  7. Jardel disse:

    Só queria que aquela dublagem da 4 temporada de Justiça Jovem fosse um engano também. :-/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.