ANMTV Especial: mangás baseados em games famosos

Reprodução.

Não é surpresa que tudo que faz sucesso recebe diversos produtos derivados para os fãs, assim também acontece com os games. Além de continuações, spin-offs, camisetas, action figures, animações e séries, muitos jogos também recebem uma adaptação em mangá no Japão.

Venha conferir 5 jogos famosos que já receberam um mangá:

  • Minecraft: Journey to World’s End – Shogakukan

Shogakukan / Divulgação

Já começando pela adaptação de um dos jogos mais famosos do mundo, e que quase ninguém faz ideia que existe um mangá oficial: Minecraft. Publicado pela editora Shogakukan e licenciado pela Mojang como uma “história oficial de Minecraft”, o mangá começou em abril de 2020.

Com 4 volumes até o momento (sim, ainda está em andamento), a obra acompanha Niko White, um jovem que deseja seguir os passos de seu pai como aventureiro e embarcar numa viagem até o fim do mundo, o The End. O mangá é serializado na revista infantil CoroCoro Comic e não despertou o interesse de editoras internacionais e nem scans.

  • Phoenix Wright: Ace Attorney – Kodansha

Kodansha / Divulgação

Essa é talvez uma das franquias mais amadas de todos os tempos. Surgida no Nintendo DS em 2001, a franquia de advocacia já possui dezenas de lançamentos que perduram até hoje e também já ganhou uma adaptação em mangá pela editora Kodansha em 2007.

A obra é completa em 5 volumes e conta diferentes casos por capítulo, mas que estão conectados de alguma forma. O mangá possui sérias diferenças com o jogo original, por conta disso, é considerado por muitos como um “produto baseado em Phoenix Wright” e não uma adaptação.

  • Mega Man Megamix – Kodansha

Kodansha / Divulgação

Uma franquia muito querida para os japoneses (e também para os brasileiros) é Mega Man (RockMan). Surgido no Nintendo Entertainment System, o famoso Nintendinho, a franquia foi um sucesso estrondoso e ganhou diversos produtos, como um mangá oficial.

Mega Man Megamix é como é chamado as adaptações em mangá da obra, iniciada com Mega Man Remix que adapta o 1° jogo e Mega Man X. Atualmente, existem mais de 5 séries de mangá do Mega Man. No Japão, as adaptações são publicadas como séries diferentes, mas foram compiladas em uma única série contínua (Megamix) no exterior.

  • Monster Hunter Orage – Kodansha

Kodansha / Divulgação

O popular Monster Hunter, surgido no PSP (Playstation Portable), também já recebeu uma adaptação em mangá desenhada por Hiro Mashima, autor de Fairy Tail e Edens Zero, pela Kodansha em 2008.

A história é completa em 4 volumes, e acompanha Shiki e Irie, dois caçadores que partem em uma jornada atrás do lendário dragão Miogarna. Para muitos, também é considerado um produto “baseado” e não uma adaptação. No Brasil, foi publicado pela editora JBC.

  • Among Us – Shogakukan

Innersloth / Divulgação

Ainda não lançada, mas já anunciada. O famoso jogo da Innersloth, Among Us, ganhará um capítulo one-shot na revista infantil CoroCoro Comic da editora Shogakukan em fevereiro de 2022.

Ainda sem muitos detalhes, acredita-se que a obra terá como história uma simples partida de Among Us, onde o objetivo é achar o Impostor que está “eliminando” os tripulantes da nave onde se encontram.

Já conhecia todos os mangás da lista? Sentiu falta de alguma adaptação de um jogo famoso? Deixe nos comentários para uma futura 2ª parte.

7 respostas para “ANMTV Especial: mangás baseados em games famosos”

  1. King Strife disse:

    Faltaram os mangás de Pokémon, os mangás de Zelda, Super Mario-kun, o mangá do Sonic de 1992 (e também Dash & Spin Super Fast Sonic), os mangás de Megaman (clássico sem ser o Megamix, X, Zero, EXE e Star Force), os mangás do Bomberman, o do Kirby, do Star Fox, do Donkey Kong Country, Crash Bandicoot, Spyro the Dragon, Chocobo, Klonoa, Jak & Daxter, Starfy, Ratchet & Clank, F-Zero, Splatoon, Arms. E claro: Dragon Quest (Fly o Pequeno Guerreiro).

  2. King of Lies (God Mode) disse:

    Fênix Veríssimo é muito bom, qualquer um que curta um bom drama de tribunal deveria conferir.

  3. Blu3s disse:

    Adoraria ter exemplares físicos desses mangás Mega Man Megamix, mas não acho que alguma editora no Brasil um dia resolva publicá-los, ainda mais com a franquia atualmente sem evidência…

  4. Anubis_Necromancer disse:

    Quem comprava o “manga” brasileiro do Mega-Man além de mim?

  5. Anthoni Vedovato disse:

    Tem uns Mangás de Outras Franquias que tanto Editoras quanto Scans tiveram interesse e outros nem tanto.
    Como os Mangás de Neptunia por exemplo

  6. Luke disse:

    Só uma correção: Ace Attorney começou no Game Boy Advance.

  7. Luke disse:

    Falando em mangá trazido pela JBC, vale lembrar que eles também trouxeram o de Dragon’s Dogma Progress.

    Ah, e Conrad o de Megaman NT Warrior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.